O QUE TE MOVE?

Postado 23 de Janeiro de 2017

* Por Marcos Fábio Gomes Ferreira

 

Você já parou para pensar na sua vida sob a forma de papéis? Faça uma pequena reflexão neste momento e se pergunte quantos papéis você ocupa na vida.

                Em minha palestra “As pessoas que estão fazendo as coisas acontecerem” convido os presentes a refletirem sobre a vida e os vários papéis que ocupamos. Num breve exemplo de minha vida, ocupo no exato momento 13 papéis: Filho, Irmão, Marido, Pai, Professor, Empresário, Sócio, Vizinho, Vice-presidente de entidade, Amigo, Palestrante, Padrinho, Cidadão... Vixi! Será que tem mais? Não importa! De verdade, aqui não importa se você ocupa mais papéis ou menos que eu. Mas penso que de fato, você no mínimo deve ocupar uns 5 papéis.

                Certamente, em uns você vive mais intensamente que outros, ou, até quem sabe, alguns desses papéis sejam ocupados só de vez em quando. Isso também não importa! O que importa é o que escolhemos fazer com esses papéis. Como queremos atuar neles? Como ator principal, coadjuvante ou um simples figurante?

                Conheço muita gente que fica na busca de sua missão de vida de forma genérica como se a vida fosse uma só. Será que ao invés de se perguntar qual a tua missão de vida ou qual o teu propósito, não seria melhor se você se perguntasse: Qual a minha missão como filho? Qual a minha missão como irmão? Qual a minha missão como pai? Qual a minha missão como vizinho? E por aí afora...

                Será que as respostas não seriam mais fáceis e evidentes? Será que seria menos dolorosa a busca?

                Verdadeiramente não acredito que seu destino esteja traçado e sim, que ele está aí para ser construído. Acredito também que essa construção passa por escolhas.

                A reflexão que quero construir com você é que, se você não parar para refletir sobre quais os teus papéis e a sua missão em cada um deles, dificilmente você terá as rédeas desses papéis em suas mãos. Não será bom pai, bom marido, bom vizinho... apenas ocupará cada um deles como simples coadjuvante, vendo a vida passar. Pode até ser que quando tiveres um tempo para refletir, que você pense em coisas que precisa fazer ou mudar como pai, filho, cônjuge, etc., mas que, rapidamente serão consumidas pela rotina e pela desculpa da falta de tempo.

                Se ocupamos vários papéis, várias são as missões! Várias serão as prioridades e, para isso, será necessário organizar seu tempo para atuar bem em cada um deles.

                Em resumo: para cada papel um propósito, uma missão e um objetivo. O sucesso não é, necessariamente, ter muitos papéis, mas, atuar bem naqueles que você se propuser a atuar, ainda que seja somente um!

                Pensem nisso e bom fim de semana a todos!

Compartilhe

© 2018 Professor Marcos Fábio | Todos os direitos reservados

Divinópolis - MG | Rua Mato Grosso, 1547 - Sidil
CEP: 35.500-027 - TEL: (37) 3213-0005

Belo Horizonte - MG | Av. Getúlio Vargas, 446
Sala 702 - Funcionários
CEP: 30.112-020 - TEL. (31) 3222-9948

(37) 3213-0005